sexta-feira, 18 de junho de 2010

um poema...





MAKE(LIFE)UP

Um copo de vinho tinto

Derrete meu andar

Por palcos de sonhos

Construo paredes invisíveis

Traço metas de vôos

Instituo desejos legítimos

De ser feliz

Esbofeteio as cores cinzentas

Estrangulo meus desejos

Numa tentativa de lhes dar vida

Pela morte, pela sufocação

Estendo as possibilidades

De arrepios e tremores

E reencontro

Batons vermelhos e

Rouge carmim

De mim, em mim...






2 comentários:

  1. É isso aí!!!!!!!!!!!! Poete, sempre!

    ResponderExcluir
  2. O bom aqui é que agente tem poemas, histórias e imagens... completamente Teresa...

    ResponderExcluir